Júlia Silva

Competências digitais nas empresas: como avaliar e desenvolver

A tecnologia digital não é novidade para crianças e adolescentes. Hoje em dia, 95% desse público no Brasil têm acesso às soluções que facilitam a gestão do dia a dia, como smartphones. Até por isso, elas desenvolvem cada vez mais cedo as competências digitais.

Mas será que todos os colaboradores da sua empresa, das diferentes gerações e histórias de vida, estão na mesma página?

Afinal, o conceito vai além da reunião de habilidades digitais para lidar com aplicativos, redes sociais e softwares. Ele também permite que as pessoas aprendam a extrair o melhor das ferramentas para aplicá-las em suas vidas pessoais e profissionais.

Vamos entender, então, o que significa o desenvolvimento de competências digitais e por que isso é tão importante no cenário corporativo? Siga com esta leitura e entenda por que as gerações atuais (e as anteriores) deveriam investir mais tempo nisso.

O que são habilidades digitais?

Habilidades digitais (competências digitais) têm tudo a ver com o conjunto de conhecimentos e práticas que usamos para compreender, utilizar e interagir com as novas tecnologias.

Ou seja: dominar o uso de aplicativos de gestão é uma competência nesse sentido, assim como a análise de dados, IA, programação, design e marketing digital, entre outras.

E olha que interessante: em média, o brasileiro passa 56% do seu dia na frente de uma tela (de computador ou smartphone). E é o segundo no ranking global de uso desses dispositivos.

São dados que reforçam o quanto já vivemos conectados e integrados à transformação digital. Por isso, as habilidades com tecnologia em um currículo aumentam a empregabilidade, permitem que os profissionais se desenvolvam e também contribuem para o sucesso e a competitividade das organizações.

O que significa o desenvolvimento de competências digitais?

O desenvolvimento de competências tecnológicas está ligado ao processo de adquirir, aprimorar e aprofundar as habilidades necessárias para navegar com sucesso no ambiente digital. Isso envolve:

  • Conhecer as ferramentas digitais alinhadas às suas necessidades;
  • Aprender a usar novas tecnologias;
  • Familiarizar-se com métodos digitais;
  • Aprimorar as habilidades existentes;
  • Adaptar-se às demandas de um mundo cada vez mais tecnológico.

Só que, além dessas competências essenciais, é importante cuidar das suas próprias habilidades cognitivas, como: 

  • Pensamento crítico; 
  • Resolução de problemas; e 
  • Criatividade. 

Esses são os diferenciais para não apenas conhecer, mas dominar o uso de ferramentas digitais de forma analítica e madura.

Leia também: Gestão por competências: uma nova estratégia para o RH

Quais são as 7 competências digitais que você não pode deixar de ter?

Se essas questões ainda parecem complexas para você, conheça as 7 habilidades que consideramos relevantes para o desenvolvimento individual. São elas:

  1. Habilidade para análise de dados;
  2. Pensamento crítico e resolução de problemas;
  3. Competências digitais básicas;
  4. Adaptabilidade e flexibilidade;
  5. Comunicação digital;
  6. Inovação;
  7. Gestão de projetos digitais.

Agora, conhecendo-as, reflita: você e a sua equipe têm as competências digitais que podem impulsionar o seu RH? E sabem orientar todos os outros colaboradores sobre a importância em desenvolvê-las?

Veja, a seguir, a explicação sobre o que cada item significa:

1. Habilidade para análise de dados

É a capacidade de compreender e interpretar os dados através de sua análise - que é realizada a partir da coleta e organização dessas informações - com objetivo de tomar melhores decisões.

É o que faz, por exemplo, um analista de marketing para examinar o desempenho de campanhas da sua responsabilidade e identificar padrões de comportamento do cliente.

Ou então, o que faz um Analista de RH com os dados dos colaboradores, para entender melhor onde estão as oportunidades e desafios relacionados à gestão de pessoas.

2. Pensamento crítico e resolução de problemas

Indica como uma pessoa analisa situações complexas, identifica problemas, formula soluções e toma decisões. 

Um gerente de projetos, por exemplo, deve aplicar essa competência para antecipar e resolver os obstáculos do dia a dia para, em seguida, coordenar sua equipe.

3. Competências digitais básicas

Habilidade para usar tecnologias digitais e ferramentas de forma eficaz, como:

  • Computadores;
  • Dispositivos móveis;
  • Aplicativos;
  • Softwares;
  • Rede sociais.

Entre outras ferramentas digitais inseridas no dia a dia de cada profissão.

4. Adaptabilidade e flexibilidade

Compreender e aceitar as mudanças no ambiente de trabalho traz vantagens à rotina. Especialmente, para quem conhece as tendências do mercado e tem flexibilidade para adaptar-se rapidamente às novas circunstâncias.

Basta pensar nos profissionais de sua equipe que se destacam por entenderem rapidamente o uso de um novo sistema de gestão de RH na sua empresa. Ou aqueles que abraçam mudanças na empresa com um olhar mais positivo e engajado.

5. Comunicação digital

É a habilidade para se comunicar de forma clara, concisa e eficaz por meio de canais digitais, como e-mail, mensagens instantâneas, redes sociais e videoconferências.

O que também inclui o conhecimento para estruturar mensagens, expressar ideias de forma adequada e utilizar linguagem apropriada para cada público-alvo e contexto.

6. Inovação

Consiste na habilidade de gerar novas ideias, abordagens e soluções para resolver problemas ou melhorar processos. 

Isso pode ter tanto a ver com a ideia de pensar de forma original quanto de explorar perspectivas, buscar diferentes referências e novas abordagens para solucionar velhos problemas.

7. Gestão de projetos digitais

É o que permite planejar, organizar, executar e monitorar projetos de forma eficaz, começando pelos objetivos, cronogramas, alocação de recursos, monitoramento e a entrega bem-sucedida de resultados.

Testes de habilidades digitais: como fazer na empresa

Seja para um processo de recrutamento e seleção ou para investir em treinamentos na empresa, sua equipe de RH deve aprender como aplicar testes de competências digitais.

Para isso, uma abordagem holística é fundamental em suas avaliações e, assim, não deixe de considerar as competências técnicas e as habilidades interpessoais.

Além disso, entenda as características de cada cargo na organização. Isso é essencial para identificar os melhores métodos de avaliação, como:

  • Portfolio;
  • Simulações de atividades recorrentes na empresa;
  • Provas (teóricas e práticas);
  • Plataformas de avaliação online;
  • Testes de habilidades cognitivas.

Entre outras abordagens, que podem servir para obter uma visão completa das habilidades dos profissionais. 

Como evoluir nas competências digitais?

Com a rápida transformação digital em todos os setores, cabe à sua equipe a compreensão dos desafios e soluções para manter toda a empresa relevante e competitiva.

E o seu papel, aqui, é fundamental para orientar e promover o desenvolvimento das competências digitais não apenas entre os colaboradores, mas entre os próprios profissionais de RH. Entenda como usar isso em seu benefício.

Colaboradores

Esse trabalho estratégico pode ser feito por meio de treinamentos e workshops sobre ferramentas digitais relevantes para cada função, como softwares de gestão, análise de dados e comunicação online. 

Além disso, incentive a participação em cursos online e certificações na área digital. Essa pode ser uma estratégia eficaz para promover o aprendizado contínuo, especialmente quando é integrada a outros programas de desenvolvimento, como o PDI.

Por exemplo: um colaborador de marketing pode se beneficiar de cursos sobre marketing digital, SEO ou análise de redes sociais. Já um desenvolvedor pode buscar certificações em novas linguagens de programação ou desenvolvimento web.

Saiba mais: Desenvolvimento de pessoas: estratégias para o RH

Profissionais de RH

Lembre-se de que o desenvolvimento do seu próprio departamento vai potencializar as abordagens focadas em competências digitais para o resto da empresa.

Por isso, foque também no seu papel de liderar a evolução das competências digitais dos colaboradores do setor, a partir da implementação de novas ferramentas e tecnologias para o RH, como:

Veja também: RH Tech: 8 tendências para acompanhar em 2024

Além disso, é importante incentivar a participação em eventos, conferências e grupos de networking relacionados à transformação digital no RH, para manter-se atualizado sobre as tendências e melhores práticas do setor.

Conclusão

Somos digitais. Esse é um caminho que vem sendo construído desde a primeira revolução industrial, que impactou a sociedade contemporânea como um todo. E esse é um caminho sem volta!

Por isso, reforçamos o quanto o desenvolvimento de competências digitais é importante — e urgente. Inclusive, destacamos ao longo do texto as habilidades que fazem toda a diferença, hoje em dia, para qualquer perfil profissional.

E como apontamos a relevância do RH nesse processo, temos um convite que pode te ajudar a fortalecer o desenvolvimento de competências digitais na sua empresa: baixe o nosso e-book sobre aprendizado contínuo e conheça as melhores estratégias para impulsionar a competitividade e a inovação dentro da sua organização!