Júlia Silva

Comunicação interna nas empresas: tipos, como fazer e exemplos práticos!

Comunicar tem tudo a ver com falar, ouvir e interpretar. E uma comunicação interna apoiada nesses pilares tem tudo para transformar o dia a dia de qualquer empresa!

E esse é um assunto valorizado pelos CEOs, que são importantes stakeholders do RH. A Pesquisa Tendências em Comunicação Interna realizada pela Ação Integrada, em parceria com a Aberje, mostrou que 88% afirmam valorizar a comunicação interna.

Há, portanto, uma janela de oportunidade enorme para impulsionar os canais de comunicação interna empresarial e extrair os melhores benefícios disso — como o aumento do engajamento dos colaboradores.

Aprenda, ao longo deste post, como fazer esse planejamento de comunicação ser cada vez mais estratégico!

O que significa comunicação interna?

A comunicação interna compreende todo o fluxo de informações, mensagens e feedbacks que ocorrem dentro de uma organização e entre todos os seus membros.

Com ela, englobamos todos os canais e ferramentas utilizados para transmitir informações relevantes da empresa, promover a interação e campanhas entre os colaboradores e fortalecer a cultura corporativa.

Saiba mais: O papel da comunicação e do feedback na gestão de desempenho

Qual é a importância da comunicação interna nas organizações?

Uma comunicação eficaz pode aumentar o engajamento dos colaboradores, mantê-los informados sobre os assuntos mais importantes e também alinhados com os objetivos da empresa.

Além disso, essa estratégia ajuda a garantir que todos na empresa estejam na mesma página, trabalhando em direção aos mesmos objetivos e valores. Como resultado, isso cria um ambiente de confiança e respeito mútuo entre os colaboradores e a liderança.

E, quando existe uma facilidade na transmissão de informações, os processos se tornam mais ágeis e têm tudo para contribuir com o aumento de produtividade.

Portanto, o planejamento da sua comunicação interna empresarial cria um ambiente harmonioso, capaz de reduzir atritos, além de evitar mal-entendidos e conflitos interpessoais.

A relação entre comunicação interna, endomarketing e engajamento dos colaboradores

A comunicação interna é o processo de troca de informações da empresa com os stakeholders e visa garantir que todos os membros da equipe estejam alinhados com os objetivos, valores e atividades da organização.

Já o endomarketing é uma estratégia que utiliza técnicas de marketing voltadas para o público interno da empresa — os colaboradores — e foca em promover a marca empregadora, fortalecer a cultura organizacional e incentivar o engajamento dos colaboradores.

Por falar em engajamento, o seu conceito é simples: refere-se ao grau de comprometimento, entusiasmo e dedicação que os funcionários têm em relação ao trabalho e à organização.

Por isso, as três ideias estão relacionadas e tendem a ter objetivos similares: construir uma cultura organizacional forte e alcançar os objetivos da empresa a partir da valorização e motivação dos seus funcionários.

Como é feita a comunicação dentro de uma empresa?

A comunicação interna da empresa pode ser fortalecida com o uso integrado de canais e métodos de abordagem, sempre de acordo com as suas necessidades, a cultura organizacional e as tecnologias disponíveis. Alguns exemplos:

  • E-mails para documentar, de uma maneira rápida e eficiente, as informações para os colaboradores, como atualizações da empresa, políticas internas, comunicados importantes, pautas e atas de reuniões;
  • Intranet — uma rede online interna de comunicação — para permitir o compartilhamento de documentos, notícias, recursos e informações entre os colaboradores;
  • Reuniões (presenciais ou virtuais) para discutir projetos, alinhar objetivos, tomar decisões importantes e promover a interação entre todos;
  • Plataformas de mensagens instantâneas (como Slack, Google Chat, Microsoft Teams ou WhatsApp) para uma comunicação rápida e informal entre os colaboradores;
  • Quadros de avisos (físicos ou digitais) para exibir anúncios, comunicados, eventos e oportunidades internas;
  • Boletins periódicos ou newsletters internas são uma maneira de compartilhar notícias, atualizações e eventos relevantes da empresa com os colaboradores;
  • Redes sociais corporativas internas, semelhantes às plataformas públicas, para promover a interação, colaboração e compartilhamento de conhecimento entre os funcionários.

Veja também: Gestão da mudança: como impulsionar a flexibilidade

Quais são os 4 tipos de comunicação?

Você e a sua equipe devem conhecer os quatro tipos de comunicação para implementar em suas estratégias. Afinal, como mostramos acima, existem múltiplas plataformas para garantir que os colaboradores estejam sempre bem informados. Veja quais são:

Os quatro tipos de comunicação são:

  1. Comunicação verbal, que envolve a transmissão de mensagens por meio de palavras faladas. Isso pode ocorrer pessoalmente, em reuniões, apresentações ou conversas informais;
  2. Comunicação escrita, que consiste na transmissão de mensagens por meio de texto escrito, como e-mails, cartas, relatórios, mensagens instantâneas e outros documentos formais;
  3. Comunicação não verbal, que se refere ao contato por meio de gestos, expressões faciais, linguagem corporal e outras formas não baseadas em palavras;
  4. Comunicação visual, que aplica o uso de elementos visuais, como gráficos, diagramas, imagens, vídeos e apresentações visuais para transmitir informações e conceitos.

Exemplos de comunicação interna

Alguns exemplos de aplicação de comunicação interna são as newsletters corporativas, as reuniões regulares das equipes, os aplicativos de feedback e reconhecimento, as placas de sinalização interna nos espaços de trabalho, etc.

A newsletter corporativa, por exemplo, pode apresentar atualizações importantes, como conquistas da equipe, novos projetos, mudanças na liderança ou políticas organizacionais.

Outro exemplo são as reuniões de equipe. Durante esses encontros, os líderes podem compartilhar metas, discutir estratégias e resolver desafios. Para serem consideradas ferramentas de comunicação interna eficientes, devem contar com a preparação de uma pauta, discussões focadas e objetivas, e o alinhamento entre todos os envolvidos.

Além disso, plataformas como aplicativos ou intranets podem ser usadas para facilitar a colaboração entre os funcionários, compartilhar recursos e promover a cultura da empresa.

O que é um plano de comunicação interna?

O plano de comunicação interna é um documento estratégico que define como a sua empresa irá compartilhar informações com os funcionários

Ele ajuda a estabelecer objetivos, identificar públicos-alvo, definir mensagens e escolher os canais mais adequados para ter sucesso nessa jornada.

Geralmente, um plano de comunicação interna inclui os seguintes elementos:

  • Definição dos desafios a serem superados, como aumentar o engajamento, melhorar a compreensão das metas organizacionais ou promover uma cultura de transparência;
  • Identificação dos diferentes grupos de funcionários que precisam receber informações específicas, levando em consideração suas necessidades, interesses e níveis de compreensão;
  • Determinação dos principais tópicos que a organização deseja comunicar aos funcionários. Isso inclui mensagens em datas comemorativas, reconhecimento público das promoções, avisos sobre feriados, mudanças nas políticas organizacionais, etc;
  • Escolha dos meios pelos quais a organização irá transmitir suas mensagens aos funcionários, como e-mails, reuniões, newsletters, intranet, murais e aplicativos de mensagens, entre outros. Além disso, deve contar com a definição de quais tipos de mensagens são mais adequados para cada canal;
  • Estabelecimento de um calendário de comunicação, que indique quando cada mensagem será enviada e por meio de quais canais;
  • Definição de quem será responsável por executar cada aspecto do plano, incluindo a criação de conteúdo, o envio de mensagens e o monitoramento dos resultados;
  • Escolha de métricas e indicadores-chave de desempenho para avaliar a eficácia da comunicação interna e fazer ajustes conforme necessário.

Leia também: 5 estratégias efetivas para o RH melhorar a comunicação interna

Conclusão

E então, deu para compreender a importância da comunicação interna? Com um planejamento adequado, você pode aumentar o engajamento dos colaboradores e manter todos alinhados com os objetivos da empresa. 

Além disso, com essa abordagem, é possível construir uma cultura organizacional forte e promover um ambiente de confiança e respeito mútuo. 

Por fim, explicamos o que é um plano de comunicação interna, destacamos sua importância na definição de objetivos, identificação de públicos-alvo, escolha de mensagens, uso de canais, estabelecimento de cronograma e responsabilidades, além da avaliação de resultados.

Quer colocar os seus conhecimentos em prática e desenvolver ações diferenciadas? Então, aproveite para curtir também o nosso e-book sobre endomarketing e RH e descubra como implementar ações que vão ENCANTAR os colaboradores. Boa leitura!